Não à realização da Copa América no Brasil em 2021

Se confirmada, a realização da Copa América no Brasil, apresentada pela Confederação Sul-Americana de Futebol e levada pela Confederação Brasileira de Futebol ao presidente da república, é mais uma manifestação do desprezo pela saúde e pela vida dos brasileiros. Quanto às duas entidades desportivas, é patente a submissão do esporte como forma de congraçamento entre povos à ganância financeira. Quanto ao presidente da república é a reafirmação da necropolítica em curso no Brasil.

A realização desse torneio, impossibilitada de ser realizada na Colômbia como inicialmente programada, foi rejeitada pelo governo argentino por ser considerada um fator de agravamento da pandemia no país, haja vista a ocorrência de aglomerações bem como o potencial aumento da disseminação de vírus decorrente da chegada ao nosso país de atletas e comitivas dos dez países participantes.

A proposta de realização da Copa entre nós é mais um passo do presidente da república no sentido de radicalizar a sua postura negacionista quanto à pandemia. Vale lembrar que neste momento o Brasil enfrenta o risco de recrudescimento da pandemia em um momento em que são descobertas no país novas variantes e em que a campanha nacional de vacinação tem tido graves obstáculos operacionais. Autorizar a Copa América é desprezar a saúde e a vida de todos os latino-americanos.

Em 15 de abril de 2020, o Supremo Tribunal Federal, por unanimidade, decidiu que a União não pode interferir em medidas de outros entes com competência concorrente. Isso significa que governos de estado e de municípios podem determinar, entre outras medidas relativas ao enfrentamento da COVID-19, quarentenas, isolamento e restrição de atividades, sem que a União possa interferir no assunto.

A Frente pela Vida conclama os governadores e prefeitos brasileiros a exercer seus poderes no sentido de impedir quaisquer atividades relacionadas à Copa América nos territórios sob suas respectivas jurisdições. Essa conclamação tem o sentido de impedir que essas atividades venham a agravar a circulação do vírus, o contágio, os casos da doença bem como os óbitos pela mesma.

#NÃO À COPA AMÉRICA NO BRASIL!

#PELA ACELERAÇÃO DA CAMPANHA NACIONAL DE VACINAÇÃO!

#PELO AUMENTO DO AUXÍLIO EMERGENCIAL DE NO MÍNIMO R$ 600,00 ATÉ O FINAL DE 2021.

#NÃO ÀS AGLOMERAÇÕES!

31 de maio de 2021

Frente Pela Vida

Um comentário sobre “Não à realização da Copa América no Brasil em 2021”

  1. Não as aglomerações. Não a copa América no Brasil. Queremos vacina auxílio de 600,00 até o fim da pandemia. E o Bolsonaro fora da Presidência.

Deixe uma resposta