Curso de formação politica: A Medicina e as relações sociais

É com grande orgulho que lançamos o primeiro curso nacional de formação política da Rede Nacional de Médicas e Médicos Populares (RNMP). Após 5 anos de existência da organização, com experiências locais de cursos de especialização de longa duração, até formações mais curtas e pontuais, desafiamo-nos a realizar uma experiência nacional online, em plena pandemia de COVID-19.

O objetivo deste curso é de proporcionar um espaço para reflexões sobre temas basilares para a luta pelo direito à saúde, sendo destinado às pessoas que já estão ou pretendem aderir a um processo legítimo de luta de libertação. Podem ser médicos, estudantes de medicina, vinculados ou não a núcleos da RNMP, além de outros profissionais da área da saúde e militantes da luta pelo direito à saúde, porém sem formação acadêmica. No entanto, o curso contará tanto com temas mais amplos do setor saúde, como com temas mais específicos da categoria médica, refletindo os desafios organizativos da RNMP.

Trata-se de um curso curto, de abordagem panorâmica sobre diversos temas, sem a pretensão de seu total esgotamento nas aulas. Dessa forma, visa a desatrofiar as pessoas no corpo, mente e coração e animar seu engajamento por um processo de transformação social.

Assim, este processo formativo não visa à erudição acadêmica, mas sim à busca de conhecimentos que ajudem na solução das perguntas do cotidiano e da sociedade. A leitura dos textos sugeridos na ementa será de fundamental importância, pois alarga os horizontes, possibilita a formação de parâmetros que ajudam na medição e codificação do conhecimento sem etnocentrismos, dogmatismos, reducionismos ou sectarismos.

Compreende-se ainda que o conhecimento é mais que a informação, palestra, curso ou leitura de um livro. Afinal, quem diz que sabe, mas não sabe fazer, ainda não sabe. O conhecimento pressupõe informação, assimilação e aplicação prática dos conceitos. Quando colocado a serviço de uma estratégia, o saber pode tornar-se força material para transformar a natureza e a sociedade. Daí a importância da vinculação a um coletivo ou a uma organização com esse fim.

1) Transmissão das aulas

Neste curso, serão realizadas quatro aulas online através de lives semanais. Terá início no dia 12 de setembro e será realizado aos sábados das 14h às 16h, incluído aí o tempo da exposição do assessor e as perguntas enviadas online. As aulas ficarão gravadas no canal do Youtube da Rede e poderão ser assistidas quantas vezes for desejado.

Canal do Youtube: Rede Nacional de Médicas e Médicos Populares – https://www.youtube.com/channel/UCY0rglvrtw-C7HBgP-hVtBQ

2) Inscrição

As inscrições são realizadas no link: https://forms.gle/7qpdaHVAH2m18dBQ8

Feita a inscrição, o cursista receberá um e-mail de confirmação e os textos para leitura em uma pasta do Google drive.

3) Programação

• Aula 1 – 12/09: Como as desigualdades sociais fazem mal à saúde?
• Aula 2 – 19/09: Prática clínica e compromisso ético-político
• Aula 3 – 26/09: Saúde: direito ou mercadoria?
• Aula 4 – 03/10: Profissão médica e mercado de trabalho

Bons estudos e até breve!

7 comentários sobre “Curso de formação politica: A Medicina e as relações sociais”

  1. Vcs são presenças de esperança concreta porque trazem um novo fazer participativo, com saberes transformadores! Sigam como Aquele médico jovem q estava sempre “onde o povo está”, refazendo e ressuscitando vidas e se identificava como “caminho, verdade e vida”.

    1. Claro, Maria! Qualquer pessoa interessada na luta pelo direito à saúde está convidada a participar do curso. Sua presença será muito importante! Abraço.

Deixe uma resposta