Luto pelas 250 mil vidas perdidas

Quase um ano depois do primeiro óbito registrado, somos a segunda nação com o maior número de mortes pela COVID-19.

As 250 mil perdas traduzem o descaso e o desprezo pela vida dos brasileiros por parte das autoridades máximas do país, particularmente do governo federal, que não levam em conta as orientações científicas e das organizações de saúde.

A grande maioria dos brasileiros infectados e mortos encontra-se entre os segmentos mais pobres, com acesso precário à saúde, à educação, ao saneamento básico e à moradia digna.

Os números trágicos não são resultado do acaso; ao contrário, são frutos das escolhas insensíveis e das decisões negligentes dos governantes.

Estamos em luto!

Deixe uma resposta